.

.

terça-feira, 30 de abril de 2013

[descom]pensar


perco-me à procura de uma só resposta. não a encontro.

perguntei a tantos e os mesmos me responderam que só eu a poderia revelar. 

está dentro de ti, dizem-me. 

dentro de mim... dizem. procuro em mim, então. um vazio cheio de nada. 

é o que está dentro de mim. 

a confusão instala-se. a pressão aumenta. a cabeça tensa, sinto-a prestes a implodir... não. a resposta não está em mim. só a pergunta. perguntei a tantos e tantos não me deram mais que vãs e inúteis respostas ermas de sentido. tens que pensar bem... dizem.

pensar... 

à pergunta, duas respostas, talvez. nenhuma me sossega, porém. demonstram-se enganadas, transviadas, as respostas. as únicas duas respostas possíveis, completamente, equivocadas.


insana, 
sinto-me a descompensar de tanto pensar.

2 comentários:

Mary Brown disse...

Então não penses. Deixa que as respostas se criem para as poderes ler. Beijinho Grande e bom feriado.

Fê Blue bird disse...

Não penses querida!

Segue o teu coração, ele é sábio.

beijinho e bom fim de semana


Tecnologia do Blogger.

... aqui estou ...

Minha foto
sob o céu oblíquo de uma água-furtada, questionando a imensidão do mundo...

... nas águas furtadas ...


...tingem-se as paredes com a doce nicotina e ausculta-se a noite. dos lados da serra, o vento sussurra num gemido partilhado e a garganta aperta. acabou-se o álcool. a música percorre o tempo. pudesse eu viajar com ela e escutarias meus pensamentos perversos a propósito do teu corpo. os invejosos clamam aos deuses, por a ninfa me sorrir. talvez um dia eu me desforre doce amada.


vinicius de moraes


... passando por aqui ...

  © Blogger Template by Emporium Digital 2008

Back to TOP